A Alemanha precisa de imigrantes/trabalhadores qualificados Mas existem alguns obstáculos

Aktualisiert: 21. Juni 2019


A lei de imigração trabalhista qualificada é um pequeno passo - mas muito atrasado. Alguns políticos dificultam o processo, tem as burocracias legais. Isso afeta para o recrutamento de trabalhadores estrangeiros na Alemanha.


Se você pensa na Alemanha e na migração, provavelmente pensa em refugiados. Mas os empregadores alemães, que estão desesperadamente procurando empregados, têm outros imigrantes em mente, ou sejam os que possuem qualificação especializada. Refugiados não possuem essas qualificações.


Após uma década de crescimento econômico, o desemprego é tão baixo e o número de vagas de emprego está no seu nível mais alto desde a reunificação. Quase dois terços das empresas reclamam da escassez de trabalhadores qualificados. Dai a necessidade das empresas procurarem no exterior.


"Se você colocar um anúncio no jornal, não conseguirá ninguém!", Reclama Peter Kaufmann, que dirige uma empresa de construção de casas em Oberstadion - uma cidade perto de Ulm. Ele estima que, se conseguisse encontrar mais pedreiros e carpinteiros, seria capaz de aumentar sua equipe de 100 para 150.


Nos setores de serviços, como atendimento a idosos e turismo, busca-se desesperadamente funcionários. Segundo Nicole Hoffmeister-Kraut, ministra de Economia, Trabalho e Habitação de Baden-Württemberg, a falta de mão-de-obra é uma fonte de crescimento econômico. E a força de trabalho envelhecida da Alemanha torna isso um problema para as futuras gerações.


Reforma da imigração trabalhista


Como resultado, os parlamentares na Alemanha estão discutindo, pela primeira vez na história do país, uma tentativa de regular a imigração de trabalhadores semi-qualificados vindos de fora da União Européia.


Se desaparecer, a Lei de Imigração de Emprego será estendida a partir de 2020 e, em seguida, não se aplica mais apenas a acadêmicos estrangeiros, mas também a trabalhadores com formação vocacional. Como resultado, as empresas já não têm de dar preferência aos cidadãos da UE por esses empregos.


Isso significa que eles podem contratar imigrantes de fora da UE, desde que eles falem razoavelmente bem alemães e tenham sido treinados para os padrões alemães. A restrição à imigração, nos campos ocupacionais onde há um "gargalo", seria abolida.


Fonte: Focus online

0 Ansichten

Endereço.

Schlossstr. 26 

12163 Berlin 

Alemanha

© 2019 by trabanhá