Endereço.

Schlossstr. 26 

12163 Berlin 

Alemanha

© 2019 by trabanhá

É muito complexo obter reconhecimento de qualificação profissional em outros países, na Alemanha não é diferente. Requer empenho, tempo e muito trabalhos ainda no Brasil. Muitas vezes a falta de conhecimento e preparo leva a inúmeras frutrações, terminando no abandono dos planos já nas etapas iniciais. Obter notas na faculdade onde estudou, carga disciplinar etc. Faculdades geralmente mantem parcerias entre si, a elas cabem passar processos aos formandos.
Para trabalhar na Alemanha, um reconhecimento de qualificações estrangeiras é muito útil em alguns casos é obrigatório. É recomendado ter seu diploma reconhecido na Alemanha. Isto torna as graduações mais comparáveis para potenciais empregadores na Alemanha e serve como argumento na negociação salarial e, além disso, o certificado de equivalência também pode ser a base para a emissão do visto para procura de trabalho, autorização para residência ou autorização de trabalho. Ao mesmo tempo, reconhecer graus estrangeiros às vezes é complicado e caro.

Profissões regulamentadas:

Na Alemanha existem "profissões regulamentadas". Só podem atuar profissionais estrangeiros com reconhecimento específico, regulamentado. Isso se aplica, por exemplo, a médicos e advogados. Aplica-se também a certos mestres artesãos, se forem empresários autônomos. No site "profissões regulamentadas banco de dados" contém uma lista de profissões que estão regulamentadas na Alemanha.

Profissões não regulamentadas:

A maioria das profissões não é regulamentada e esse entendimento não é claro. Para exercer as atividades como economista, cientista da computação ou de um padeiro, por exemplo, não encontrará a qualificação profissional correspondente. Mesmo não tendo essa regulamentação, é bônus reconhecer seu diploma, pois além de dar uma boa impressão, as empresas terão mais empenho em ajustar sua profissão o mais próximo possível as suas qualificações.